Buscar
  • Atualização Trabalhista

Juiz pede que advogado não fique na beira da praia em audiência na próxima quarta

Juiz esbanja bom humor ao marcar audiência para Quarta-feira de Cinzas.


O juiz Fernando Gonçalves Fontes Lima, do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, proferiu um despacho bastante curioso para marcar uma audiência para a próxima Quarta-Feira de Cinzas (2/3).


No texto, o magistrado afirma que tem sido bastante compreensivo com requerimentos para alteração de datas de audiência, mas que a recíproca não é verdadeira quando se trata dos advogados. "Todo dia tem petição pedindo para incluir processos em pauta, por entenderem que está demorando muito a primeira audiência — mesmo que isso não represente nem quatro ou cinco meses, com um recesso no meio. Quase todo dia, nas audiências, me perguntam sobre as pautas", diz trecho do despacho.


Por conta dessas cobranças é que o magistrado se "viu obrigado a fazer uma pauta na Quarta-feira de Cinzas". Ele afirma que a audiência de conciliação não deve demorar nem 10 minutos e pede para o advogado aparecer sem a preocupação de trajes formais.


"Mas não me mate de inveja: nada de aparecer na beira da praia ou em cima de uma lancha. Se ninguém comparecer, não vou ficar chateado e não haverá nenhuma consequência processual, apenas terá início seu prazo para apresentação de defesa", diz outro trecho.


Por fim, o magistrado deseja boa viagem ao advogado e manda parabéns para o seu sogro.


Fonte: ConJur

42 visualizações0 comentário